Com a crise, o brasileiro parou de viajar?

2 de dezembro de 2016/0/0
Home / Novidades / Com a crise, o brasileiro parou de viajar?

Se você tem ou trabalha em um Hotel, sabe que o atual clima de instabilidade econômica e política afeta as tomadas de decisões, tanto de quem hospeda quanto de quem viaja. Em situações nebulosas como essa, é importante avaliar e entender o que mudou no comportamento dos viajantes para adaptar e ajustar suas estratégias para a atual realidade.

crisisO brasileiro que passou a economizar, deixou de viajar? Definitivamente não.

A sociedade brasileira, com a ascensão econômica da classe C, se transformou e hoje é muito mais inclusiva. Com acesso a novas tecnologias, as pessoas se acostumaram a produtos melhores, viajar mais, com mais conforto e para destinos diferentes. E essas pessoas não querem abrir mão dessas conquistas.

Com menos dinheiro, os brasileiros não deixaram o lazer de lado, encontraram maneiras mais inteligentes de viajar.

Por exemplo, a família Silva está acostumada a se hospedar no mesmo Hotel sempre que visita Pirenópolis, mas neste ano eles estão apertados. A primeira atitude é comparar os preços de Hotéis com a mesma categoria do que estão acostumados a se hospedar, por meio de ferramentas como Trivago, Trip Advisor e outros.

article_efficiency_1_graphic_01

Se ao comparar opções de Hotéis a família percebe que os preços ainda estão pesados para seu orçamento, existem outras saídas: hotéis de categorias inferiores, apartamentos de aluguel por temporada e até mesmo os Hostels. Abrir mão da viagem é a última das hipóteses.

O viajante está disposto a economizar e saber como ele está lidando com as limitações de seu poder de compra é essencial para a criação de uma estratégia eficaz.

A tecnologia permite um melhor planejamento das viagens e também cria um ambiente ideal para que as pessoas tenham uma renda extra que banque suas necessidades de consumo. Mais uma vez a família Silva está quebrada, mas quer viajar. Então se lembram de um quarto vago em sua casa, dão uma arrumada no ambiente e o anunciam no Airbnb. O dinheiro pago pelos hóspedes do quarto complementa o valor necessário para a viagem desejada.

article_efficiency_1_graphic_04

O mais importante para Hotéis, Pousadas, Parques e outros negócios turísticos é entender que a retração da economia não deixa o viajante paralisado, apenas o deixa consciente e menos impulsivo. A Nova XS possui as ferramentas e os profissionais para ajuda-lo na adaptação a essa nova realidade. Observe o comportamento do seu hóspede e coloque seu negócio onde ele deve estar e na hora que seu cliente precisa.

 

Fonte: Think With Google

Navegação